Ninguém quer usá-lo. É melhor ficar ali, intacto. Mas nenhum motorista está livre de precisar recorrer ao estepe. Mesmo assim, é preciso ter atenção com o pneu reserva para evitar que o momento chato de trocar o pneu não seja ainda mais desagradável. Veja 7 dicas para evitar surpresas:

1 – Pneu menor – Carros equipados com estepe menor do que as rodas normais não podem rodar muito com o pneu reserva. Vá até a oficina ou borracharia mais próxima para consertar o pneu estragado ou trocar, se for o caso. Enquanto estiver com o pneu menor, evite altas velocidades.

2 – Calibragem – Calibre sempre o estepe quando calibrar os demais pneus, uma vez por semana ou no máximo uma vez a cada 15 dias. O estepe sem rodar também perde pressão. O pneu reserva pode ser calibrado sempre com mais pressão do que a indicada para os pneus que estão rodando. As informações sobre a pressão dos pneus estão no manual do proprietário do veículo.

3 – Parafusos – Pouca gente sabe, mas os parafusos das rodas de liga leve são diferentes dos das rodas de aço. Por isso, se você colocou quatro rodas de liga leve e deixou o estepe com roda de ferro, é preciso carregar parafusos específicos para roda de ferro. Caso contrário, se precisar usar o pneu reserva e fixar com os parafusos de liga leve, poderá danificar o sistema de freio, já que eles são maiores.

4 – Aro diferente – Se você trocou o tamanho da roda e deixou o estepe com o aro original, é preciso ter atenção para não ficar dias e dias rodando com o estepe. Ficar com aro 17 de um lado e aro 15 de outro, por exemplo, provoca desgaste irregular nos próprios pneus e desgaste na suspensão. Se for na frente, isso também irá interferir na geometria.

5 – Furto pneu – Parece piada, mas para usar o estepe você precisar estar com ele no carro. Veículos com espete externo às vezes só percebem o furto do estepe em uma situação de emergência. Se o pneu fica fora, embaixo do carro, por exemplo, não custa dar uma conferida uma vez por semana. O furto de pneus, infelizmente, é rotina em médias e grandes cidades.

6 – Danificado – Você nunca deve usar como reserva pneus com cortes, ovos ou torturas. Ele pode estourar e deixá-lo na rua sem dois pneus, além do grande risco de acidentes. A roda também não pode estar trincada nem amassada.

7 – Nada de careca – Vela lembrar que os cinco pneus do carro precisam ter profundidade mínima de 1,6 mm nos sulcos, aqueles frisos que indicam o desgaste da borracha. Isso está previsto em uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e pode resultar em multa. Portanto, nada de colocar pneu careca no estepe.

Fonte: Canarinho PressFonte: Terra
Categoriapneus
Escreva um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 KARBRASIL AUTO–CENTER JUNDIAI | FEITO COM PASSION !

logo-footer

FIQUE CONECTADO CONOSCO: